Junte-se ao grupo de assinantes e receba dicas, e-books e artigos do HypnoPlace.



Ano Novo: aposte na hipnose para um 2020 próspero

Nada como o início de um ciclo para a gente renovar as energias. Com uma folha em branco diante das mãos, sobra vontade de escrever boas histórias. De seguir um roteiro diferente e mais bonito no ano novo que chega. Comigo, é sempre essa a sensação em janeiro.

Curiosamente, esse movimento de mudança veio forte, dessa vez, antes mesmo de dezembro. De algum modo, ali pelo final de novembro, eu já estava me sentindo em 2020. Seja agilizando compromissos, seja mentalizando tudo o que eu desejo para os próximos meses.

Era na virada que a minha cabeça estava, apesar dos mais de 30 dias de antecedência. Aproveitando essa vontade de fazer e acontecer, este artigo é um convite à reflexão: o que você vai fazer por si mesmo no Ano Novo?

ano-novo-aposte-na-hipnose

Fonte: Freepik

Certa vez, num curso de hipnoterapia, a professora pediu que os alunos escrevessem, num papel, os nomes das cinco pessoas mais importantes de suas vidas. Logo depois, quis saber quantos participantes haviam incluído os seus próprios nomes na lista.

Arrisco dizer que uns 20% da plateia, no máximo, se colocaram como prioridade. Uma em cada cinco pessoas naquela sala. Eu mesma não me coloquei, tendo citado, ali, meus dois filhos, meu marido e os meus pais. 

Aquela reflexão ficou comigo. E tem tudo a ver com essa nossa conversa. Em primeiro lugar, precisamos nos colocar como prioridade, estar no topo da nossa lista de afetos. Somente assim seremos melhores para nós mesmos, para os outros ao nosso redor e para o mundo. 

Se você nunca parou para pensar em algo assim, permita-se refletir um pouco agora: grandes mudanças acontecem na vida de quem desiste de esperar que os outros “evoluam”, trazendo para si o compromisso e a responsabilidade de fazer diferente, de crescer. Na vida, não podemos transformar ninguém, mas temos plenos poderes para agir de forma distinta daquela como sempre agimos. 

No embalo do Ano Novo 

E existe época melhor para pensar nisso tudo do que o Ano Novo? Os primeiros dias de janeiro? Não, né? Por isso convido você a arregaçar as mangas, pegar papel e caneta (ou sua versão de lista digital) e começar a pensar em como vai cuidar melhor de si, desde agora até que seja outra vez dezembro. 

A sua lista das cinco pessoas mais importantes, inclui você mesmo? Pois trate de pensar nos outros quatro nomes que virão depois do seu, que deve estar sempre no topo dessa relação. Há uma diferença muito grande, embora seja sutil, em se colocar no centro do universo (algo como ser um egoísta) e se colocar em primeiro lugar (se amar, se valorizar, etc).

Uso muito como metáfora a lógica das instruções que nos passam os tripulantes no início de um voo. Em caso de emergência, primeiro coloque a máscara em você, depois ajude os outros, como crianças ou idosos. Afinal, só podemos ajudar alguém se estivermos bem. É preciso compreender nossos limites, antes de tudo. 

Muito bem, agora responda: e como essa pessoa tão especial, você, será tratada nos próximos meses? Você costuma acolher os seus sentimentos? Permite-se sentir tristeza, ansiedade, medo? Como lida com as emoções boas: você se considera digno de receber amor e prazer, por exemplo? 

A hipnoterapia em nome do amor-próprio

Se você já conseguiu pensar nas respostas para as perguntas do parágrafo anterior e, principalmente, se chegou à conclusão de que não tem sido lá muito carinhoso consigo mesmo, saiba que é fundamental assumir o que se sente. Da raiva à alegria, é preciso ter consciência das emoções, aceitá-las. 

Você tem todo o direito de se sentir enfurecido de vez em quando, de ficar magoado ou, de outro lado, transbordar de felicidade. Sem se reprimir ou sem se boicotar, o que acontece com tanta gente exatamente nos melhores momentos da vida. Ou vai dizer que você não conhece ninguém que não se acha merecedor da plenitude? Que se sabota e parece fazer tudo para atrair má sorte e desapontamento? 

Pois aqui entra um método terapêutico para ajudá-lo a ser melhor no Ano Novo: a hipnose clínica ou hipnoterapia. Estou vendendo meu peixe, eu sei, mas acredito, sinceramente, na técnica como um poderoso auxílio para organizar sentimentos, para resolver de uma vez por todas aquilo que não está solucionado e que só nos atrapalha. Digo isso por não conhecer um olhar mais profundo para nós mesmos.

Dessa forma, pare e pense no que você quer transformar na sua vida em 2020. E avalie o que deve ser feito. A hipnoterapia é eficaz por ir direto às causas dos problemas dos clientes, com acesso ao subconsciente, parte da mente que guarda emoções e memória de longo prazo. Assim, uma vez descoberto o porquê daquilo que nos incomoda, é hora de ressignificar a dor e, enfim, viver com liberdade. 

Costumo dizer as minhas clientes e famílias que me procuram (sou especializada em atender mulheres e crianças) que a terapia com hipnose liberta. E isso ocorre mesmo, não é conversa para fechar novos atendimentos. Ir tão fundo em nome da resolução de um problema é uma atitude corajosa. Um ato de amor-próprio que tem como recompensa a leveza de uma vida com mais consciência e felicidade. 

Li certa vez, ao fazer uma busca para checar se a grafia da palavra amor-próprio tinha hífen, que as duas palavras são escritas assim mesmo, com esse apoio. E que era assim para que as duas “nunca se separassem”. Faz todo o sentido, não faz? 

Mar Português

No lindo Mar Português, meu poema predileto de Fernando Pessoa, o poeta escreveu que “quem quer passar além do Bojador, tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, mas nele é que espelhou o céu”. 

Portanto, passemos além da dor. Com muita coragem e vontade, sejamos capazes de olhar para nós mesmos, de ir em busca do que é melhor para a gente.

E aqui, deixo algumas dicas para que você possa, de fato, começar a cuidar melhor de si mesmo. Para ir esquentando os motores para o Ano Novo, digamos assim. Uma preparação que vai levar trinta dias. Vamos lá: 

Nos primeiros quinze, ouça uma música suave, à sua escolha, e, enquanto a escuta, pense nos momentos da vida em que se sentiu mais pleno ou plena, mais poderoso e orgulhoso de si. Se puder, faça isso de olhos fechados, em uma posição confortável. Se não der, pratique em meio às suas atividades diárias mesmo. O importante é fazer. 

ano-novo-aposte-na-hipnose-mulher-relaxando

Fonte: Freepik

Nos quinze dias seguintes, ouça uma música que o encha de energia, que o estimule. Enquanto faz isso, mentalize os seus próximos passos, o que você vai resolver na sua vida daqui por diante. Se você tem medo de falar em público, por exemplo, mentalize que está dando uma palestra para um auditório lotado e sendo aplaudido animadamente no final.

De novo, faça como conseguir fazer, seja sossegado, de olhos fechados, ou dando conta das suas atividades diárias. Apenas faça. Se você me permite, sugiro, para essa atividade, a canção que mais me impulsiona a agir na vida: o Trenzinho Caipira, de Villa-Lobos, que faz parte da peça Bachianas Brasileiras Nº 2. Para mim, impossível ouvir essa obra-prima e não querer agir com mais força e mais entusiasmo.

Que assim seja o seu Ano Novo, cheio de força, energia, acolhimento e amor-próprio. Lembre-se: somente você pode transformar a sua vida. Cuide-se bem em 2020. E, claro, em todos os anos. 

Se gostou do artigo, compartilhe com os seus amigos e familiares. Indique para quem você acreditar que o assunto será útil. Obrigada pela leitura e até breve! 🙂

Hipnoterapeuta OMNI. É especializada em hipnoterapia para crianças (Hypnokids) e mulheres. Também é mestra em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Defensora dos direitos da mulher, ajuda a promover o bem estar e a combater as desigualdades à frente da sua Isabela Barros Hipnose Clínica.

X