Junte-se ao grupo de assinantes e receba dicas, e-books e artigos do HypnoPlace.



Hipnose para emagrecer

Hoje, vivemos uma realidade preocupante onde grande parte da população mundial sofre com o sobrepeso ou a obesidade, mas isso acontece porque poucos conhecem o resultado da hipnose para emagrecer.

Essa realidade está virando uma bola de neve, pois um a cada cinco brasileiros estão obesos, e, de acordo com o Ministério da Saúde, 54% da população brasileira sofre com o sobrepeso.

O problema está batendo em nossas portas, seja de forma direta ou indireta, pois todos nós temos algum familiar ou amigo sofrendo com isso, ou até nós mesmos, que sem perceber desenvolvemos aquela barriguinha (que já não sai tão facilmente como antes) e começamos a ficar incomodados.

Mas isso tudo é apenas a ponta do iceberg, pois o sobrepeso e a obesidade são os vilões que trazem consigo vários problemas indesejados e tão comuns no dia a dia, como por exemplo a hipertensão e o diabetes.

Porém, muitas pessoas sofrem por não identificarem onde começa o problema, e é esse ponto que vou apresentar neste artigo.

O início dessa história

No início, ouvíamos falar que emagrecimento era uma coisa muito simples, que bastava gastar mais calorias do que estávamos ingerindo e pronto, estava tudo resolvido!

Não importava o que comia, se fizesse exercícios físicos intensos, tudo estaria bem. Porém, na prática, essa estratégia não funcionava para a grande maioria.

Então virou moda culpar nossa alimentação de tudo, como se o nosso corpo não fosse capaz de lidar com os alimentos gordurosos. Assim, cortamos tudo de nossas vidas, e começamos a sentir que fica faltando alguma coisa. Pois, mesmo com milhões de receitas fit, aquela sensação de “falta algo aqui” persiste.

Acompanhe esse texto abaixo e veja o que apontou a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel):

E mesmo com o aumento no consumo regular de frutas e hortaliças de 4,8% (de 2008 a 2017), na prática de atividade física de 24,1% (de 2009 a 2017) e a queda de 52,8% no consumo de refrigerantes e bebidas açucaradas (de 2007 a 2017), ainda assim houve o crescimento de 110% nos últimos 10 anos do número de pessoas de 18 a 24 anos que sofrem com obesidade. Nas faixas de 25 a 34 anos houve alta de 69,0% e na faixa de 35 a 44 anos de 23,0%. E quando falamos em Sobrepeso, o crescimento foi de alarmantes 54% no mesmo período.

Vale salientar que isso tudo ocorreu mesmo com o avanço das ciências médicas e seus potentes medicamentos. Podendo citar também os casos de cirurgias bariátricas, onde ouvimos muitos relatos de pessoas que voltaram a engordar ou não chegaram no peso desejado, pois, de acordo com os especialistas, a cirurgia acaba com a fome e não com a vontade de comer, ou seja, a cirurgia não trabalha na fonte do problema, que é a mente do indivíduo.

Mas se o emagrecimento não é o resultado apenas de dietas restritivas e exercícios físicos intensos, o que realmente ajuda nesse processo?

pessoa equilibrando entre emoção e razão

Fonte: mohamed_hassan / Pixabay

A mente emocional e suas escolhas

Somos seres emocionais e por isso grande parte dos nossos comportamentos são controlados por nossas emoções.

Nossa mente subconsciente é o que nos rege; ela controla nossas emoções e, por consequência, nossas ações. É exatamente aí onde está a origem do problema.

Você sabia que a sua mente subconsciente pode estar trabalhando contra você?

Calma! Sua mente não quer o seu mal. Na verdade ela quer te proteger, só não entende que o que está fazendo em algumas situações pode estar te prejudicando.

Ela também é responsável por definir o que comer, quando, quanto comer e a forma que os nutrientes serão absorvidos. É ela que define se seremos magros ou gordos, além de definir nossos comportamentos…

Será que o nosso organismo é burro?

A resposta é definitivamente NÃO!

Mas se sabemos ou acreditamos que um determinado alimento engorda e/ou faz mal, por que o comemos ou desejamos comer?

Se o nosso organismo fez tanta força até hoje para sobreviver, por que agora fazer as piores escolhas?

Bem, diante de tantos questionamentos, você deve estar querendo saber todas as respostas. E nem vou precisar de uma resposta longa, apenas te digo que é por conta da nossa programação mental. Simples, não?!

Tudo o que você viu, ouviu e sentiu em toda sua vida sobre forte impacto emocional ou por repetição, ficou gravado como um aprendizado. E esse aprendizado simplesmente tem por objetivo fazer de tudo para evitar que a gente sinta dor.

Mesmo sabendo que algo pode nos fazer mal, a dor do antigo aprendizado acaba parecendo maior para nossa mente, e assim nos move em direção ao prazer, mesmo que momentâneo.

Loop do hábito

No forte desejo de emagrecer, criamos uma guerra boba e infantil contra os alimentos e nosso prato, por acreditar que tudo faz mal ou engorda. E por isso vivemos decididos a sentir culpa de tudo o que comemos.

Dessa forma, esquecemos de olhar ao nosso redor e expandir a nossa mente, tentando entender como e por que muitas pessoas ao nosso redor comem de tudo e ainda assim tem o corpo perfeito e com saúde. Enquanto outras pessoas apenas de pensar no alimento engordam.

Antes mesmo de se perguntar o porquê, algo internamente responde aquelas antigas desculpas: “isso acontece porque eu tenho metabolismo lento” ou “a minha genética não ajuda”.

E mesmo com uma enxurrada de evidências científicas contradizendo isso, você continua acreditando que tudo engorda e que você nasceu para sofrer.

Mas o fato é que estamos sendo manipulados para acreditar que a vida é dura e não podemos ter prazer em nada. Que a rotina de trabalho tem que ser dura e estafante (acordar cedo e dormir tarde), que a dieta tem que ser dura, o treino tem que ser sofrido.

Desse jeito, no futuro estaremos passando as férias em uma pedreira, tomando chicotada e quebrando pedra.

As novas comprovações científicas

No livro O peso das dietas, Sophie Deram afirma que “é o cérebro que controla tudo: as emoções, a fome e a saciedade, ou seja, quando comer e quando parar de comer, o equilíbrio energético, isto é, o quanto ele vai armazenar de gordura, e, mais interessante ainda, é o cérebro que controla nosso peso”.

Patto, G. comprova isso, pois em sua pesquisa com alunos de 14 e 15 anos, de 44 escolas da Austrália, percebeu que dietas muito restritivas podem aumentar em até 18 vezes as chances de desenvolvimento de transtornos alimentares.
O comportamento é tão importante quanto os nutrientes. Não dá para ficar o tempo todo controlando o nosso cérebro, no final ele sempre ganha.

O que mais impressiona é o real poder do cérebro, pois com o simples fato de pensar que é gordo(a), a propensão de ganhar peso aumenta e muito, é o que também afirma Koenraad Cuypers, pesquisador da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia.

E o fato é que não são apenas estes, mas inúmeros outros estudos pouco divulgados.

fita métrica enrolada

Fonte: lloorraa / Pixabay

Hipnose para emagrecer

O uso da hipnose para emagrecer ainda é pouco conhecido, mas é extremamente eficiente tanto no auxílio quanto no tratamento da obesidade e do sobrepeso.

Pois com a hipnose acessamos todas as informações que originam o problema. E seja qual for a causa, com ela podemos auxiliar nestes casos de forma extremamente assertiva e efetiva.

É claro que não podemos prometer a cura, visto que existem muitos outros fatores que influenciam em todos os casos de doenças e suas comorbidades.

Nem mesmo a ciência e seus medicamentos conseguem prometer entregar esta cura, mas podemos, sim, afirmar que a hipnose é uma das terapias MAIS EFETIVAS para o emagrecimento.

Equilíbrio: a chave de tudo

Este artigo não visa estimular uma alimentação baseada em alimentos processados ou junk food, mas sim eliminar a hipótese de que todos os alimentos que gostamos engordam ou fazem mal. O uso descontrolado desses alimentos possivelmente tem uma origem emocional e isso pode gerar disfunções em nosso corpo, e a hipnose para emagrecer pode ser o tratamento mais indicado.

E esclarecer que os estudos recentes afirmam que restringir os alimentos que amamos nos traz mais malefícios do que benefícios. E por isso, estamos vivendo em uma era onde as pessoas sentem cada vez mais dificuldade em emagrecer, e quando pensam nisso sofrem muito, mas já vimos aqui que isto pode ser facilmente eliminado, não é mesmo?

Por fim, quero dizer que emagrecer é um processo natural e muito simples, diferente do que pregam por aí.

Então é isso, nos siga nas redes sociais e acompanhe todas a novidades do nosso Portal HypnoPlace. Até o próximo artigo!

Hipnoterapeuta, coach e mentor de saúde, Samuel é graduado em Educação Física e apaixonado pela Saúde Física e Mental. Possui especialização em Fisiologia e Fisiopatologia do Exercício. Tem experiência de mais de 15 anos na área de emagrecimento, área de sua especialidade, onde já ajudou muitas pessoas a emagrecerem. Por ter atuado como coach de CrossFit e ter competido por muitos anos, também ajuda atletas e aficionados pelo esporte a aumentarem a sua performance esportiva através da hipnose.

X