Junte-se ao grupo de assinantes e receba dicas, e-books e artigos do HypnoPlace.



Coronavírus: entenda como a hipnose pode te acalmar

Você entra no supermercado, em plena terça-feira à tarde, e se espanta com a quantidade de carrinhos circulando no horário. Nas prateleiras, só resta uma marca de macarrão e outra de molho de tomate. Se pensa em tomar um café antes de entrar numa reunião, fica com medo de alguém ter espirrado exatamente naquele sachê de açúcar que está nas suas mãos. Ao chegar em casa, olha para os seus filhos e tenta se acalmar para explicar, mais uma vez, que não sabe quando eles vão voltar para a escola.

O novo coronavírus, que surgiu na China no final de 2019 e se espalhou pelo mundo, tem mexido com mentes e corações por onde quer que olhemos. Para não surtar diante do caos, devemos respirar e buscar ajuda. Tentar nos acalmar. E, nesse ponto, você já sabe, a hipnoterapia pode ajudar – e muito. A seguir, elenco dicas, reflexões e orientações para encarar os próximos meses. 

Para começar, dentro das suas possibilidades de tempo, nem que seja antes de dormir, permita-se ouvir um áudio de auto-hipnose voltado para o relaxamento. Há vários, de diferentes hipnoterapeutas, à disposição no YouTube. Basta digitar auto-hipnose e as opções vão aparecer. Uma técnica muito simples, mas que acalma sempre. Imagine em tempos de coronavírus.  

Se você já fez terapia com hipnose ou estiver no processo neste momento, converse com o seu hipnoterapeuta. Bons profissionais sempre têm materiais como esses áudios para passar para os seus clientes.

Ainda no campo da música com elementos de hipnose, vale escolher uma canção calma e ouvir de olhos fechados enquanto traz à memória lembranças de felicidade. Simples assim: lembre dos momentos da sua vida em que se sentiu mais feliz, em paz consigo mesmo. Faça isso todos os dias também. E acredite: serão três ou quatro minutos preciosos na sua rotina em tempos tão turbulentos. 

Outra dica nesse quesito é baixar o aplicativo PlenaMente no celular. O serviço traz exercícios e informações para ajudar a acalmar a mente e se sentir melhor, todos baseados nas técnicas da hipnose clínica. 

mulher sofre estresse com pandemia de coronavírus

Fonte: Freepik

O coronavírus e a ansiedade

Além de se permitir algum tipo de relaxamento, tente olhar para si mesmo e ver a pandemia do coronavírus sob uma perspectiva mais ampla. Se você está nesse site agora, lendo esse texto, é porque tem uma história de busca pela evolução pessoal. Orgulhe-se disso. Olhe para trás e pense em todas as adversidades que você já superou. Cuide da sua saúde, procure ficar em casa, lave as mãos corretamente, limpe tudo com álcool e sinta confiança de que há de ser duro, mas vai passar.

Vá adiante e se imagine pensando no coronavírus em março de 2021, num mundo em que a Covid-19, a doença causada pela nova ameaça invisível, já estará sob controle. Essa perspectiva vai ajudar a modular a sua emoção nesse momento, a conter a ansiedade e o medo.

Outro ponto importante: informe-se diariamente, claro, mas tente controlar a sua quantidade de horas de acesso às notícias sobre o problema. Estabeleça o jornal da TV que você vai ver e o momento de parar de descer as barras de rolagem das redes sociais. Faça isso por você, por mais difícil que seja não pensar no assunto 24 horas por dia. 

Como se desligar do coronavírus

Na hora em que se desligar do coronavírus, faça boas leituras. Uma delas, exatamente sobre hipnoterapia, é Desbloqueie o poder da sua mente (Editora Gente). Escrito pelo presidente da Omni Hypnosis Training Center no Brasil (escola de formação de terapeutas na área presente em mais de 20 países), Michael Arruda, o livro explica como funciona essa modalidade de tratamento dos problemas emocionais. E faz uma viagem pela hipnose desde os primórdios até hoje. 

Tudo isso de forma leve, agradável de ler, com muitas histórias reais de pessoas que se libertaram das suas dores fazendo uso desse recurso. Sem dúvida um conteúdo que vai te ajudar a se entender melhor. E a lidar com as suas emoções de outro modo, com a compreensão de que você age do que jeito que age, e de que se sente como se sente, por conta da sua programação mental. Literalmente um mergulho para dentro de si. Aproveite cada linha. 

No campo do desenvolvimento pessoal, vale ainda ler títulos como biografias de personalidades que você admira. Toda a inspiração e encorajamento são bem-vindos nesse momento, afinal. 

mulher nervosa com o coronavírus espirra

Fonte: Freepik

Quarentena do coronavírus: os segredos das famílias felizes

Se você for casado e tiver filhos, especialmente crianças, precisa lidar com o desafio extra de ficar confinado em casa com todo mundo colado e tenso, com medo de adoecer e administrando a rotina, as birras, a impaciência, a bagunça, a incerteza. Nesse ponto, para incentivar boas reflexões e clarear as ideias diante do tsunami coronavírus, uma leitura delicada e bonita é Os segredos das famílias felizes (Editora Agir)

Escrito pelo jornalista norte-americano Bruce Feiler, o livro reúne as  orientações de especialistas de áreas variadas sobre como lidar com conflitos, negociar e viver de modo mais harmônico. Sem dúvida uma excelente inspiração.

E por falar em filhos, a quarentena pode ser uma oportunidade de trabalhar a confiança e o envolvimento dos pequenos. Sem alarmar, evidentemente, explique que o coronavírus tem se espalhado pelo mundo, mas que, se tomarmos os devidos cuidados, vai ficar tudo bem. Acima de tudo, diga que eles têm com quem contar, sendo protegidos pela família em que vivem. 

Em caso de medo e agitação, use ferramentas simples da hipnose clínica para crianças. Uma delas, bem básica, é conduzir um relaxamento fechando os olhos rumo a um lugar de paz dentro da própria cabecinha. Uma praia, uma floresta, qualquer cenário que ele adore, povoado pelos personagens prediletos, que, juntos, vão ajudar a acalmar os ânimos e motivar. 

Lembre ao seu filho que ele tem uma mente poderosa. Ao orientá-lo sobre isso, oriente-se você também. E, tenha certeza: vai passar. Muita saúde para todos nós! E não se esqueça, previna-se! Todos devemos fazer a nossa parte. 

Gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos e familiares. Indique para quem você acreditar que a reflexão será útil. Obrigada pela leitura e pela companhia. Até breve, só o melhor para nós! 🙂

Hipnoterapeuta OMNI. É especializada em hipnoterapia para crianças (Hypnokids) e mulheres. Também é mestra em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Defensora dos direitos da mulher, ajuda a promover o bem estar e a combater as desigualdades à frente da sua Isabela Barros Hipnose Clínica.

X